Bobby Womack lança música com Lana Del Rey

Não sou fã da Lana Del Rey, mas dessa vez, confesso que gostei um pouco de sua participação na faixa do veterano da soul music Bobby Womack. Dia 29 de maio, o cantor lança seu “The Bravest Man in Universe“, e o single “Dayglo Reflection” chega com cara de hit para agregar novos ouvintes.

Hot Chip apresenta mais uma faixa nova no Jools Holland

Hot Chip apresentou “Don’t Deny Your Heart” no tradicional programa  Later with Jools Holland no dia 18 de maio. A música faz parte de aguardado “In Our Heads” que marca a volta do grupo. Que na verdade, nunca acabou.

Mixtape de inverno para Remixing Ideas

Acabaram de subir um novo mix que produzi a pedido da Remix Social Ideas. Nele, tentei fazer um clima de início de inverno sem melancolia e sons que remetem a uma frieza absoluta.

Fiz a boa (e saudável) mistura de clássicos e novidades, como se fosse um “cobertor” para os ouvidos mais gelados. Outros artistas bacanas que colaboraram para este projeto, foram: Thieves Like Us, Database e o grande Renato Lopes.

Tem Daft Pobre, Chromatics, Flight Facilities, Tesla Boy, Foster The People, etc…

OUÇA

Sónar SP 2012: Resumo do dia 11/05

Sexta-feira com o típico trânsito caótico da metrópole paulista aliado ao prenúncio de uma virada de tempo com chuva, isso fez com que muita gente se apressasse para conseguir chegar ao Anhembi a tempo de ver algumas atrações do vasto cast da versão brasileira do Sónar. Em sua primeira noite, o evento correu com poucos atrasos por parte dos artistas e filas demoradas para quem não adquiriu os ingressos antecipadamente.

Das 20h00 da noite a manhã deste sábado, 21 atrações dividiram a atenção de um público que misturavam os típicos curiosos, hipsters, nerds de música (me inclúo nessa) e os fãs do Kraftwerk (foto). Sim, uma grande quantidade de pessoas desfilavam com camisetas do quarteto alemão pelo local. Já dava para perceber que a diva islandesa Bjork (que cancelou sua vinda devido a problemas médicos) não faria muita falta naquele momento.

As grandes surpresas da noite estavam concentradas mesmo no Sónar Village & Sónar Hall. O americano James Pants fez uma boa performance mesclando influências do hip hop e electro oitentista, enquanto o misterioso rapper Doom (foto) pregava seu evangelho fantástico para uma pequena e interessada platéia. Menções honrosas para os brasileiros Criolo Emicida e os clássicos DJ Marky e Patife que tranformaram o espaço Village numa festona de drum n´bass.

Little Dragon (foto) e Austra foram a porção indie que se esforçou para dar conta do recado, ainda mais em horários tão concorridos e batendo de frente com outras atrações que já entravam em cena com time ganho. De todos espaços, o Hall remetia a uma boa casa de shows, mas a verdadeira empolgação estava na parte principal.

O Sónar Club permaneceu cheio e foi o local em que fiquei na maior parte do tempo. Parecia que o stande de uma marca de cigarros com luzes vermelhas bem fortes teria virado o ponto de encontro caso vários grupos de amigos se perdessem. O festejado James Blake fez um set um tanto desacelerado e longo, mas nem por isso, desinteressante.

Naquele momento, muitos se acotovelavam pra ter um bom lugar no show 3-D dos alemães do Kraftwerk. Uma boa ideia para renovar um ato que nem precisa de mudanças de repertório. As músicas eram as mesmas de 40 anos atrás. É impressionante como os pais da eletrônica ainda soam relevantes após tanto tempo de estrada. “Computer World“, “Numbers“, “Autobahn” e outros hits foram executados em meio a projeções que davam um clima de parque de diversões as quatro figuras sisudas.

Quem realmente roubou a cena foi o duo canadense Chromeo que disparou suas faixas em total clima “feel good” para rebater o excesso de seriedade que dominava a maior parte das apresentações. A acertada abertura com a arrebatadora “Fancy Footwork” já  dava pista que seria o momento mais divertido desse primeiro dia. Até uma cover de “Money for Nothing” do caretaço Dire Straits foi tocada e recebida aos berros. Logo mais, volto para cobrir a segunda e última noite. Sem sombra de dúvida, será mais cheia e concorrida.

Até mais.

“One Drop”, o novo clipe do PIL

Após retornarem aos palcos numa tour cercada de boatos sobre um possível novo álbum, eis que John Lydon e seu Public Image Limited lançam um novo single e vídeoclipe.

One Drop” tem elementos conhecidos da época áurea do pós punk e um acertado toque Dub. “This is PIL” tem previsão para sair até o segundo semestre. Vida longa ao PIL!

Ouça o que o John diz e compre vinis!