RIP Discoteca Kamikaze 2008 – 2014

521694_10151930103697034_2123697227_n

 

Sim queridos amigos e leitores, este blog vai encerrar suas atividades.

Já tivemos diferentes fases, muito conteúdo musical, muita cultura pop e em sua última fase, o Discoteca Kamikaze virou meu portfólio e agenda online.

Continuem me acompanhando em minha Fanpage, Instagram, deepbeep, Mixcloud e Twitter.

Muito obrigado por todos esses anos.

abs/bjs.

Resenha: Band of Horses no Beco SP

Depois de passarem meio desapercebidos no imenso line up da versão brasileira do Lolapalooza, os barbudos do Band of Horses retornaram ao Brasil para fazer sua própria mini tour. Ainda divulgando “Infinite Arms” de 2010, o quinteto se apresentou na segunda (21/05) na versão paulista do Beco para seus fãs, que saíram de casa sem se preocupar com uma ressaca em pleno início da semana.

Os americanos entraram em cena (com um atraso de quase uma hora) disparando a certeira “Factory“.  O grupo é frequentador de trilhas de filmes e seriados teens devido a seu apelo indie folk com boas dosagens de peso e melancolia. “The Funeral“, “Is There a Ghost“, “No One´s Gonna Love You” e “Dilly” foram algumas das faixas que empolgaram o público.

Empolgada também, estava a banda com a recepção calorosa do público paulista. Os próprios, declararam que era uma das melhores plateias pra quem  já tocaram, e querem voltar nos próximos anos. O set list foi finalizado com “Am I Good Man” ,e o vocalista Ben Bridwell exibia um papel escrito “You are a good man“, em nossa homenagem.

Fotos: Ozzie Gheirart

Sónar SP 2012: Resumo do dia 11/05

Sexta-feira com o típico trânsito caótico da metrópole paulista aliado ao prenúncio de uma virada de tempo com chuva, isso fez com que muita gente se apressasse para conseguir chegar ao Anhembi a tempo de ver algumas atrações do vasto cast da versão brasileira do Sónar. Em sua primeira noite, o evento correu com poucos atrasos por parte dos artistas e filas demoradas para quem não adquiriu os ingressos antecipadamente.

Das 20h00 da noite a manhã deste sábado, 21 atrações dividiram a atenção de um público que misturavam os típicos curiosos, hipsters, nerds de música (me inclúo nessa) e os fãs do Kraftwerk (foto). Sim, uma grande quantidade de pessoas desfilavam com camisetas do quarteto alemão pelo local. Já dava para perceber que a diva islandesa Bjork (que cancelou sua vinda devido a problemas médicos) não faria muita falta naquele momento.

As grandes surpresas da noite estavam concentradas mesmo no Sónar Village & Sónar Hall. O americano James Pants fez uma boa performance mesclando influências do hip hop e electro oitentista, enquanto o misterioso rapper Doom (foto) pregava seu evangelho fantástico para uma pequena e interessada platéia. Menções honrosas para os brasileiros Criolo Emicida e os clássicos DJ Marky e Patife que tranformaram o espaço Village numa festona de drum n´bass.

Little Dragon (foto) e Austra foram a porção indie que se esforçou para dar conta do recado, ainda mais em horários tão concorridos e batendo de frente com outras atrações que já entravam em cena com time ganho. De todos espaços, o Hall remetia a uma boa casa de shows, mas a verdadeira empolgação estava na parte principal.

O Sónar Club permaneceu cheio e foi o local em que fiquei na maior parte do tempo. Parecia que o stande de uma marca de cigarros com luzes vermelhas bem fortes teria virado o ponto de encontro caso vários grupos de amigos se perdessem. O festejado James Blake fez um set um tanto desacelerado e longo, mas nem por isso, desinteressante.

Naquele momento, muitos se acotovelavam pra ter um bom lugar no show 3-D dos alemães do Kraftwerk. Uma boa ideia para renovar um ato que nem precisa de mudanças de repertório. As músicas eram as mesmas de 40 anos atrás. É impressionante como os pais da eletrônica ainda soam relevantes após tanto tempo de estrada. “Computer World“, “Numbers“, “Autobahn” e outros hits foram executados em meio a projeções que davam um clima de parque de diversões as quatro figuras sisudas.

Quem realmente roubou a cena foi o duo canadense Chromeo que disparou suas faixas em total clima “feel good” para rebater o excesso de seriedade que dominava a maior parte das apresentações. A acertada abertura com a arrebatadora “Fancy Footwork” já  dava pista que seria o momento mais divertido desse primeiro dia. Até uma cover de “Money for Nothing” do caretaço Dire Straits foi tocada e recebida aos berros. Logo mais, volto para cobrir a segunda e última noite. Sem sombra de dúvida, será mais cheia e concorrida.

Até mais.

Horários do Sónar SP 2012

Com uma lista variada de atrações que vão da recente banda indie  Austra ao DJ veterano Jeff Mills, o Sónar SP 2012 tenta fincar seu lugar ao sol em meio a um “tsunami” de festivais que invadiram o país nos últimos anos. O evento continua com seu caráter novidadeiro, focado na cultura eletrônica e novas mídias, ele contará também com palestras e sessões de cinema.

Abaixo, confira a programação musical completa. Para mais informações, acessem o site oficial.

11/05 – Sexta

SonarClub

• 21:30
DJ
James Blake DJ
• 23:00
LIVE
Kraftwerk
• 0:30
DJ
Hudson Mohawke
• 2:00
LIVE
Chromeo
• 3:00
DJ
Skream feat. MC Sgt. Pokes
• 4:00
LIVE
Gui Boratto

SonarHall

• 20:00

LIVE
Za!
• 21:00
LIVE
Ricardo Donoso
• 22:00
LIVE
Muti Randolph & Clara Sverner
• 23:00
DJ
Tahira
• 23:30
LIVE
Criolo
• 0:30
DJ
Tahira
• 1:00
LIVE
Little Dragon
• 2:00
DJ
Tahira
• 2:30
LIVE
Austra
• 3:30
DJ
Tahira

SonarVillage

• Red Bull Music Academy
• 20:00
DJ
Mauricio Fleury
• 21:30
LIVE
James Pants
• 22:30
DJ
Cut Chemist
• 23:30
LIVE
DOOM
• 0:30
DJ
DJ Zegon & Sonidos Unidos Sound System
• 1:30
LIVE
Emicida
• 2:30
DJ
DJ Marky vs. DJ Patife
• 4:00
LIVE
Super Guachin

12/05 – Sábado

SonarClub

• 21:00
DJ
Nedu Lopes
• 22:00
LIVE
Cee Lo Green
• 23:00
DJ
The Twelves
• 0:00
LIVE
Justice
• 1:10
DJ
Munchi
• 2:10
LIVE
Modeselektor
• 3:10
DJ
Jeff Mills

SonarHall

• 16:00
LIVE
Psilosamples
• 17:00
LIVE
SILVA
• 17:45
DJ
Thomash
• 18:15
LIVE
KTL
• 19:15
DJ
Thomash
• 20:15
LIVE
Alva Noto & Ryuichi Sakamoto
• 21:30
DJ
M.Takara vs. Akin
• 22:30
LIVE
Mogwai
• 23:30
DJ
Bruno Belluomini
• 0:30
LIVE
James Blake Live
• 1:30
DJ
John Talabot
• 3:00
LIVE
Squarepusher

SonarVillage

• 16:00
DJ
Dago
• 17:30
LIVE
Gang do Eletro
• Red Bull Music Academy
• 18:30
LIVE
Pazes
• 19:30
DJ
Tiger & Woods
• 20:30
LIVE
Rustie
• 22:00
LIVE
Flying Lotus
• 23:00
DJ
James Holden
• 1:00
LIVE
Four Tet
• 2:00
DJ
Seth Troxler
• 4:00
LIVE
Totally Enormous Extinct Dinosaurs

Chris Cornell homenageia Whitney Houston

É verdade. Chris Cornell prestou um tributo a finada Whitney Houston, que faleceu no último sábado (11/02). A cantora lutava contra os altos e baixos de sua carreira e seu vício por drogas. Uma pena não ter sobrevivido.

Whitney foi a namoradinha das paradas de sucesso durante duas décadas consecutivas e emplacou diversos singles no primeiro lugar de vendas. Seu hit mais lembrado é o tema do filme “The Bodyguard“. “I Will Always Love You“, na verdade é uma composição da cantora country Dolly Parton, gravada em 1974.

O líder do Soundgarden executou a faixa ontem durante um show em San Francisco.