A volta do Black Grape

Como um amigo meu disse- “essa é a verdadeira volta dos que não foram”. Lembram do Black Grape? Pois é, eles voltaram. Shaun Ryder, o guru do Happy Mondays, resolveu terminar pela terceira vez com o grupo que lhe deu notoriedade e voltar com seu segundo projeto surgido na ressaca do grunge que promovia um coquetel ácido de ragga, funk, techno, samples e todo o tipo de loucura, na época era considerado de sonoridade inclassificável.

Sem a égide dos Mondays, Ryder arrisca-se mais uma vez com a banda que lhe trouxe várias dores de cabeça. Quando o BG terminou em 1997, nem contava mais com a ilustre presença do dançarino Bez, e alguns de seus integrantes estavam envolvidos com tráfico de drogas. O final foi digno de um filme policial, resultando em prisões, e um processo milionário contra o ex-líder do grupo.

Shaun se reuniu com seus antigos colegas Danny Saber, e o rapper Kermit que dividia os vocais com ele em faixas altamente festivas e irônicas como “Kelly´s Heroes”, “Marbles”, e “In The Name of The Father”. O primeiro show deste retorno, acontece dia 1 de abril em Londres no Coronet Venue. É pagar pra ver quanto tempo irá durar essa reunião.

“In The Name of The Father”

Anúncios

2 pensamentos sobre “A volta do Black Grape

Vai, pode falar.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s